Com nome que faz alusão ao Vale do Silício na Califórnia, o San Pedro Valley surgiu em 2011 como uma comunidade de empreendedores do ramo tecnológico. Sua principal referência foi o Startup Chile, quando um dos empreendedores brasileiros conheceu em Santiago o programa de incentivo do governo às startups chilenas.

Então, a ideia chegou ao bairro de São Pedro, na capital do estado de Minas Gerais, que abrigou esse movimento que hoje se expandiu e tem como objetivo reunir potenciais startups em Belo Horizonte para identificar as necessidades e as oportunidades do mercado.

A maioria das empresas do San Pedro Valley ainda estão em seu estágio inicial, sendo difícil medir e prever todo o seu impacto na economia. Mas o rápido crescimento e interesse dos envolvidos apontam para um grande potencial criativo.

A iniciativa foi, inclusive, reconhecida e premiada pelo segundo ano consecutivo como a melhor comunidade de startups pelo Spark Awards (2014/2015), importante premiação organizada pela Microsoft em parceria com a ABStartups.

DE ONDE VEM O SUCESSO

Um dos fatores de maior sucesso do projeto é justamente a formação de uma comunidade onde as pessoas se encontram, trocam ideias e experiências. Um verdadeiro ecossistema, que ultrapassa as limitações da concorrência, e busca promover um intercâmbio de conhecimento. Talvez esse seja seu maior diferencial, algo que nem sempre se pode notar no ambiente de negócios em São Paulo ou outro lugar do país. O objetivo é que a cooperação seja cada dia mais fortalecida em San Pedro Valley.

A ideia nasceu de reuniões dos empreendedores de startups como a Beved, Deskmetrics, Everwrite e Hotmart, e a comunidade atualmente apresenta mais de 200 empresas de diversos setores, além de espaços de coworking e aceleradoras de negócios.

O APOIO DO GOVERNO

O projeto teve apoio do governo do estado, que em 2013 abriu um escritório compartilhado para reunir cerca de 40 novas empresas nacionais e estrangeiras. O SEED (Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development), como é chamado, recebia então os potenciais negócios, oferecendo apoio financeiro e mentorias para o desenvolvimento dos projetos.

O incentivo, que chegava até a 80 mil reais por projeto, tinha como intuito estimular o desenvolvimento da inovação tecnológica e do empreendedorismo, e fazer do estado de Minas Gerais um celeiro de formação e atração de negócios de sucesso.

Apesar do apoio do governo estadual, o incentivo foi abrangente para atrair também projetos de outros estados brasileiros e de outros países – foram selecionados projetos da França, Índia, Chile, Uruguai, entre outros.

A Secretaria de Tecnologia e Inovação de Minas Gerais acredita no potencial do programa para diversificar a economia do estado e atrair novos negócios, atualmente ele está programado para voltar as atividades no início de 2016. As empresas que tiverem interesse podem se inscrever para a 3 rodada do SEED aqui.

Mas, enquanto as secretarias do governo tratam de sua reformulação, a comunidade de San Pedro Valley continua a se movimentar de forma independente, promovendo eventos e fomentando ideias. Recentemente, o Startup Weekend de Belo Horizonte mobilizou cerca de 110 profissionais de diversas áreas em uma jornada de 54 horas para criar ideias de negócios inovadoras.

Além do apoio governamental, BH ainda conta com aceleradoras privadas, como a Techmall, que tem como objetivo apoiar e investir no desenvolvimento e rápido crescimento de startups. Inclusive, a Techmall firmou parceria com o Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BH-TEC), o que ampliou sua rede de mentorias e permite ainda a aproximação dos potenciais negócios ao parque, como futuros residentes ou associados.

Dessa forma, a capital passa por um momento de movimentação em busca de se tornar cada vez mais uma referência em empreendedorismo, inovação e tecnologia e negócios de sucesso.

 


E você? Se interessa pelo mundo do empreendedorismo? Sabia que esse tipo de evento ocorre em diversas outras cidades no Brasil e no mundo? Saiba mais através das redes sociais e fique atento às oportunidades!